A IMPORTÂNCIA DA INSATISFAÇÃO

A parashat dessa semana (06/06 a 13/06) nos fala sobre Korach, um importante personagem do Antigo Testamento que nos traz uma importante e valiosa mensagem, principalmente no período que antecede o Eclipse Solar da Co-criação, que acontece no dia 10/06, quinta-feira.

Apesar de ter trazido um grande malefícios, Korach nos transmite uma importante mensagem, a importância da insatisfação!

A Parashat é a porção da bíblia separada para cada semana do ano, e a leitura dessa semana fala que o povo de Israel estava  separado de Moisés e de Aarão, pois haviam perdido sua conexão com a Luz e, nas escrituras vemos que a disposição das tribos se dava por sua conexão com a Luz.
Quanto mais conectados com a Luz, mais próximos de Moisés e Aarão e quanto menos conectados com a Luz, mais afastada essa tribo seria alocada dos patriarcas.

Nessa passagem (Números, 16:1 – 18:32) vemos que Moisés alocou o povo de Israel o mais distante possível dele, pois o povo havia perdido a sua conexão com a Luz e Korach, um homem de grande sabedoria, se aproxima do povo de Israel e diz que eles não podem aceitar essa situação.

Ele fala que não podem simplesmente cruzar os braços e aceitar a situação de estarem afastados de seu líder e mentor, Moisés, e que deviam despertar o desejo de se reconectar com a Luz.

Essa fala de Korach tem muita sabedoria, e é nela que estaremos vibrando essa semana!
Não devemos nos sentir bem com a falta, seja ela do que for!

O criador instala a falta em nossas vidas  quando ele deseja fortalecer em nós o desejo pela Luz.
Essa é a origem de toda falta… criar o momento onde a falta irá gerar tanto incômodo que nós então iremos buscar pela Luz do Criador e iluminar as nossas vidas.

Quando Korach fiz ao povo de Israel que a insatisfação não poderia estar caminhando junto com o conformismo ele está falando da diferença da Fé!
Para os antigos sábios existem dois tipos de fé, chamadas de Emunah e Bitachon!

Os dois tipos de Fé

Emunah é a fé que foi mais disseminada e alimentada pela maioria das religiões, que é a fé que gera conformismo!
Se o Criador quis assim, tudo o que me resta é aceitar o meu destino com alegria, pois reclamar  do meu destino é reclamar do Criador.

Quando a nossa fé está vibrando em Emunah, estamos dizendo que aceitamos as condições em que estamos e que não iremos fazer nada para mudar pois enxergamos que a mudança não está ao nosso alcance.
Dessa forma nos colocamos em posíção passiva diante da vida.

Emunah possui muita importância pois é de Emunah, a fé no Criador e que ele é bom a todo o tempo que surge a fé mais poderosa que existe, que se chama BITACHON!

É quando a nossa fé evolui para Bitachón é que damos o nosso salto quântico e podemos acessar o nível da Terra Prometida, do Nível Acima do que estamos, a ESFERA DOS MILAGRES.

Ter bitachon significa ter certeza absoluta de que o Criador deseja o seu melhor sempre e que você pode mudar a sua realidade com o apoio da Luz.
A pessoa que acessa a fé em bitachon entende que o Criador é sócio de sua própria vida e ELE, como sócio, só irá investir o seu melhor.

Dessa forma, a pessoa abre o portal de energia para a Luz e entende que os seus desejos não só podem como devem se manifestar nessa Terra… Afinal, é com os seus desejos que você irá poder ajudar os outros e gerar ainda mais Luz para a sua vida e para a vida daqueles que você ama.

Isso é Bitachon, assumir Deus como sócio de sua vída em TODAS AS SITUAÇÕES!
E essa é a lição que Korach nos traz nessa Parashat.

Acontece que Korach cometeu um erro terrível ao passar esse ensinamento para o povo de Israel.
Um erro que custou a vida de milahres de pessoas que foram ou tragadas pela terra ou mortas pela praga (qualquer semelhança com a nossa realidade não é mera coincidência)

O erro de Korach

Korach acreditava que as pessoas deveriam resgatar a sua conexão com a Luz e se reaproximar dos líderes com um golpe, trocando o líder, ou seja, ele queria tomar o lugar dos reis e também queria o lugar de Moisés como o líder dos povos.

E é aí que tudo começa a desandar!
É aí que a Terra se abre e os engole, que a praga se instala e começa a corromper as tribos.

Tudo porque Korach agiu acreditando que deveria haver uma nova liderança, uma nova pessoa!

Os antigos sábios nos explicam que as histórias da Blíblia são porções de Luz que contam a história de nossas almas,  daquilo que acontece em nosso Ser Interno.
Assim, nos contam os sábios, todos temos dentro de nós a porção de Korach, do povo de Israel, de Moisés, de Aarão e de todos os outros dentro de nós.

Reconhecer esses personagens em nós é o começo da nossa verdadeira Jornada na espiritualidade.

E então, quanto ao erro de Korach e a Parashat da semana, o que isso significa para a sua vida prática?!

A Alma da Parashat da nossa Semana

Assim como Korach, nós acreditamos que podemos transformar as nossas vidas, que podemos manifestar milagres e maravilhas com a força da Luz mas também como Korach, muitas das vezes nós acreditamos que outra parte da nossa personalidade deverá assumir o controle de nós para que os nossos sonhos se realizem.

Acreditamos que devemos esculpir uma versão melhorada de quem nós somos agora e que só assim iremos alcançar os nossos sonhos!
Esse pensamento mostra Korach tentando roubar a liderança de nosso Moisés Interior.

Os milagres e maravilhas já estão dentro de você, prontos para serem iluminados pelo seu BITACHON, pela sua certeza absoluta de que você merece o melhor da vida!

Não espere essa tal “versão melhorada da sua personalidade” para que os seus sonhos e desejos se manifestem!
Dessa forma você está matando e enterrando os seus sonhos, assim como a Terra se abriu para engolir Korach e seus seguidores.

Entenda que é  você, na forma em que você se apresenta e no momento em que está (agora) é que tem a chave para acessar o Bitachón, se aproximar da Luz e promover as transformações de Deus deseja para a sua vida!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posso Ajudar?